A missão dos pais: a maior e mais importante de todas

O segredo da felicidade está em olhar todas as maravilhas do mundo e nunca se esquecer da sua missão ou do seu objetivo. (Paulo Coelho)

 

O mundo em que vivemos hoje é muito diferente daquele que nossos pais e os nossos avós compartilharam. Isso porque a humanidade vem evoluindo paulatinamente em todas as áreas, umas mais e outras menos, mas todas em constante transformação. Com isso, o modelo de “família” também vem passando por transformações para se adequar às necessidades emergentes.

Nos posts anterior, publicamos aqui no blog da Altiva Foco em Pessoas conteúdos que tratam sobre o papel da família no contexto atual. Nele pudemos ver como a própria estrutura e o contexto da família vem mudando com o passar do tempo, conceitual e estruturalmente. Isso porque as transformações do mundo, seja na política ou na economia, assim como as necessidades humanas de crescimento individual ou de um grupo, influenciam diretamente a direção na qual a humanidade segue seu caminho.

Nesse contexto, a visão de como criar os filhos também vem se transformando. Hoje é possível perceber que os pais de hoje possuem um pouco mais de consciência sobre a responsabilidade em ter filhos. Coisa que há poucos anos era mais restrita. Como estamos em processo de constante melhoria, ainda se faz necessário ampliar nosso campo de visão acerca dessa questão para dar foco à verdadeira missão dos pais.

Qual é a sua missão dos pais?

Criar filhos não é uma coisa fácil, não é mesmo? É uma tarefa que eu classificaria como realmente “divina”, não somente pela responsabilidade que ela representa, mas também pela grandiosidade do propósito adiante da humanidade. Criar um filho significa “construir” um ser humano, literalmente. Uso a palavra “construir” porque é na fase da infância que a criança está aberta para receber e incutir conceitos e valores positivos em sua vida. E essa vivência contribuirá para que ela se torne um cidadão responsável e participante do contexto social, uma pessoa dedicada à família, um profissional ético e competente, tornando-se um agente de transformação e disseminação do bem.

O problema é que muitas pessoas não reconhecem ou nem mesmo têm a noção da magnitude e importância da missão dos pais nesse processo. Muitas pessoas idealizam ter filhos sem se dar conta da responsabilidade que isso acarreta. Simplesmente desejam ter filhos porque é o caminho “normal” que se toma na vida: encontramos alguém especial, namoramos, casamos, temos os filhos e vivemos felizes para sempre. Mas, infelizmente, querido leitor, isso não existe! No meio disso tudo há muitas dificuldades e desafios para os quais muitas vezes os pais não estão preparados.

Para ilustrar qual é a responsabilidade dos pais na criação dos filhos, imagine um engenheiro. Ele é responsável por construir todo tipo de estrutura, prédios, pontes, estradas, todo tipo de edificação. Ele analisa os problemas, planeja as ações, orienta os operários, só que eles devem o certo para que a obra seja finalizada e que ela cumpra o seu propósito e seja útil à sociedade. O engenheiro passa a ser o responsável pela boa estrutura e utilidade que a obra possui. Sem sua capacidade de planejamento, seus conhecimentos técnicos, seu foco, sua atenção e sua dedicação, a obra não poderia ser concluída ou até mesmo utilizada pelas pessoas, pois qualquer erro pode colocar em risco a vida das pessoas.

Nesse sentido, a missão dos pais é semelhante à de um engenheiro. Requer conhecimentos, atenção e dedicação voltados para a construção das bases educativas dos filhos. Cabe aos pais a tarefa de planejar melhores caminhos para a formação física, moral, emocional e espiritual do novo ser humano por quem tem a responsabilidade de cuidar. Isso engloba:

Altiva Foco em Pessoas

É claro que além desses pontos enumerados os pais também são responsáveis por apoiar e satisfazer as necessidades materiais dos filhos, como alimentação, vestuário, lazer, instrução e cultura. Mas o importante aqui é destacar que, além de ser responsável pelos recursos materiais, o mais importante é a tarefa de incutir no coração das crianças valores, princípios, virtudes e sentimentos positivos que a ajudem na formação do caráter individual e, consequentemente, no afastamento das atitudes egoístas, orgulhosas e fúteis da criança. O que estamos presenciando no mundo hoje é que, na maioria das vezes, a formação moral fica em segundo, terceiro ou quarto plano, pois ainda se enfatiza as posses materiais e o individualismo.

Por tudo isso, é fundamental que os pais se apoderem da sua responsabilidade e sejam como os engenheiros. Que assumam a sua missão e a sua responsabilidade de construir alicerces fortes e sólidos que ajudem na sustentação e edificação de uma obra equilibrada, segura e bela, que são seus filhos.

Se você desejar ler mais sobre esse assunto, aguarde as próximas postagens do blog da Altiva Foco em Pessoas que falaremos um pouco mais sobre a importância da missão dos pais na criação dos filhos. Todas as sextas-feiras tem um post novo no nosso blog. Enquanto isso, aproveite e leia as postagens anteriores. Aposto que tem algo que pode ajudá-lo!

Dúvidas e perguntas? Entre em contato com a Altiva Foco em Pessoas pelo e-mail altiva@altivapessoas.com.br e entraremos em contato o mais rápido possível. Até a semana que vem!